O Escritório de Orçamento do Congresso na meia-idade

RESUMO

Nos 40 anos desde sua fundação, o Congressional Budget Office (CBO) tornou-se uma das instituições mais influentes e bem conceituadas em Washington, solidificando seu lugar como fonte confiável de informações sobre orçamento e economia.

O CBO construiu sua influência e credibilidade ao contratar funcionários tecnicamente qualificados, decidindo que a organização não faria recomendações de políticas ao Congresso e criticando as propostas presidenciais com projeções excessivamente otimistas, mesmo nos casos em que o diretor viesse do mesmo partido que o Presidente. Além disso, o Congresso, especialmente os Comitês de Orçamento, percebeu que uma CBO objetiva e confiável era de seu interesse.



Nos últimos anos, o papel mais proeminente do CBO tem sido a geração de estimativas de custos da legislação, que são criticadas por serem imprecisas, por seu foco restrito e por serem tendenciosas. CBO freqüentemente enfatiza que suas estimativas pontuais são o ponto médio de uma faixa e que há uma grande incerteza inerente a suas projeções. A análise do CBO se concentra quase exclusivamente nos custos, e não nos benefícios para a sociedade, mas isso é um resultado direto de seu mandato. As estimativas do CBO muitas vezes correspondem exatamente aos efeitos orçamentários declarados de certos projetos de lei, mas este é um produto bem-vindo do vai e vem do processo do Congresso.

Existem várias ações que o CBO pode realizar para manter sua influência ao atingir a meia-idade. Uma delas é considerar ser mais vocal sobre o crescente desequilíbrio fiscal, embora possa ser mais útil estender a duração de suas estimativas básicas de 10 anos para chamar a atenção para a situação fiscal de longo prazo. O CBO também poderia fornecer mais informações sobre o nível de incerteza em torno de suas estimativas pontuais, o que ajudaria a evitar a falsa percepção de precisão. O CBO poderia ampliar seu escopo fornecendo comparações de custo e eficácia em uma ampla gama de políticas para ajudar o Congresso a alocar recursos de maneira eficaz. É vital que o Congresso reconheça os benefícios e as limitações das análises do CBO. Os impactos orçamentários são importantes, mas devem ser vistos como apenas uma peça do quebra-cabeça - nem sempre a peça mais importante. Finalmente, o CBO será de uso limitado para o Congresso e a nação se for visto como mais uma fonte de ruído partidário.