Etanol: Lições do Brasil

O seguinte artigo foi publicado em um volume do Aspen Institute intitulado Uma estratégia de alto crescimento para o etanol .

a teoria crítica da raça deve ser ensinada na educação k 12

O etanol está quente. Nos Estados Unidos, a produção aumentou mais de 20% em 2005. As 97 usinas de etanol do país estão operando quase com capacidade total, com outras 33 usinas em construção. Políticos, do presidente George W. Bush ao senador Richard Lugar, ao senador Barack Obama, ao presidente do Comitê Nacional Democrata, Howard Dean, todos apóiam programas agressivos de promoção do etanol.

No entanto, hoje o etanol fornece apenas cerca de 3% do combustível de transporte dos Estados Unidos. Poucos especialistas esperam que esse número aumente para mais de 7% até 2010. No Brasil, em contraste, o etanol fornece mais de 40% do combustível para transporte. Os carros flex-fuel - capazes de rodar com gasolina ou etanol - cresceram de menos de 1% do mercado brasileiro de carros novos em 2001 para mais de 70% hoje.



Enquanto os Estados Unidos exploram maneiras de reduzir a dependência do petróleo, muitos observadores procuram orientação no sul. Este artigo resume a história do programa brasileiro de etanol, descreve a situação atual do programa e considera as lições da experiência brasileira para os Estados Unidos.