Mantendo a estabilidade na China rural: desafios e respostas

Introdução: implicações e fontes de agitação rural

exemplos de currículo de teoria racial crítica

Uma China estável é crucial para os interesses regionais e globais dos Estados Unidos. O grande caos social e político e o deslocamento na China interromperão a ordem regional na Ásia, onde meio milhão de americanos vivem e trabalham e as empresas norte-americanas faturam mais de US $ 500 bilhões em comércio a cada ano. A turbulência na China também pode exercer um impacto desfavorável na economia dos principais aliados dos EUA na região: Japão, Coréia do Sul e Taiwan. Com o envolvimento crescente da China na ordem política e econômica global, a governança efetiva na China atende aos interesses dos Estados Unidos e da comunidade internacional.

Então, quão estável é a China? Enquanto o desemprego em áreas urbanas, escândalos de corrupção e Falun Gong Os protestos podem ser vistos por muitos como grandes ameaças à estabilidade do país, a situação no campo não merece menos atenção. Com 75 por cento da população ainda residindo no campo e o setor agrícola continuando a dar uma contribuição significativa para o crescimento da economia, a questão da estabilidade rural tem merecido a atenção dos observadores da China nos últimos anos. Relatórios crescentes de agitação rural geram preocupações genuínas entre os formuladores de políticas no país e no exterior. Nos últimos anos, Pequim respondeu à crescente tensão rural com uma série de reformas políticas, administrativas e fiscais. No entanto, a liderança da China ignora a causa fundamental do problema: a escassez de recursos para uma governança eficaz em níveis locais.



Ao fornecer esta análise, este artigo primeiro apresenta uma visão geral da agitação rural na China, seguida por uma crítica às medidas inadequadas de reforma do governo central até agora. Especificamente, este artigo argumenta que a recentralização da disciplina fiscal pode, na verdade, exacerbar as tensões atuais no campo. Este documento também sugere uma série de oportunidades para a comunidade internacional ajudar Pequim em seus esforços de reforma social.